Aquivo Digital da Pós-Graduação em Letras UFPE

30 de novembro de 1999

Viviane Braga de Araújo

O Uso dos Tempos Verbais na Construção da Coerência Textual: um estudo nas redações de vestibular

Orientação: Nelly Medeiros de Carvalho
Área de Concentração: Linguística

Resumo: O estudo dos tempos verbais na língua portuguesa ainda é um assunto pouco explorado nas gramáticas tradicionais e também pelos professores em sala de aula. A noção de tempo nas gramáticas apresenta-se restrita à idéia de presente, passado e futuro. Contudo, não se enfoca o uso dessa temporalidade expressa pelos verbos, utilizando-se dos textos dos próprios alunos e dessa forma, ressaltando a importância das formas verbais como elementos coesivos capazes de auxiliar na construção da significação global do texto. Com base na teoria do lingüista Weinrich, os tempos verbais, assim como as situações comunicativas, encontram-se distribuídos em dos grupos temporais: o mundo narrado e o mundo comentado. No português, apesar dessa divisão não ocorrer de forma tão absoluta, a aplicação dessa teoria poderá trazer novas maneiras de analisar e compreender melhor o uso desses elementos coesivos nos textos. A análise do corpus desse trabalho levanta algumas questões que mostram o uso inadequado dos tempos verbais e as conseqüências desse uso na coerência textual.

» E-book disponível para acesso na Sala de Leitura César Leal - Centro de Artes e Comunicação - Campus UFPE

2 comentários:

Marcelo Faveri disse...

Olá!

Não foi possível a divulgação completa dessa tese? Tenho grande interesse na leitura.

Cordialmente,
Marcelo.

Letras Digitais disse...

Olá Marcelo. Apesar de concluído o processo de digitalização, estamos ainda trabalhando com as autorizações para publicação das teses e dissertações na web. Esse é um processo que depende do envio da documentação por parte dos autores. Desta forma é possível que a autorização esteja em processo de andamento. Vamos verificar e daremos um retorno em breve.